POR SIMONE COSENZA: História do Willian Jovem Pan

 

Era um dia como outro qualquer... 24 de julho de 2007.

Seis da manhã e o William já tinha pulado da cama. Super feliz, afinal ía estrear a sapatilha nova.

Os 2 \\"brothers\\" de pedal já estavam esperando... e o William? Namorando a sapatilha...

- Bora \\"mermão\\", vamos nessa!!!

- Ah! É mesmo!!! Vamos, vamos...

E lá foram os três, naquele frio da alvorada de julho, cumprir os 45 km programados, na BR 070.

- Prá começar, só no girinho, viu galera?! Aquecendo as canelas!!!

- Falou!

William estava indo tranquilo, na pista de desaceleração para pegar a outra via, quando, naquele pequeno segundo que antecede as grandes surpresas desta vida, ele viu um carro, de repente, avançando em sua direção...

PAH!!!!!!!!!!!!!!

Pegou ele de frente.

Os \\"brothers\\" mal puderam acreditar: o cara deu um salto da bicicleta e caiu sobre o parabrisas do carro.

- E aí, William, tudo bem?!

- Caracas... consegui salvar minha sapatilha... ela nem estragou... uhuuuuuuu!!!

A sapatilha estava ótima mas o William precisou ir para o hospital. Fez todos os exames: escoreações, dor no joelho, ombro e na cabeça. Recebeu alta.

No dia seguinte decidiu ir ao oftalmologista, pois, a cabeça ainda doía muito.

Diagnóstico: descolamento de retina. Cirurgia de urgência.

E assim foi... 1 mês hospitalizado, 5 cirurgias em 3 meses, e a dúvida \\"Será que vou voltar a enxergar?\\". Precisaria esperar mais alguns meses para descobrir.

Nestas horas, o tempo pára e se acredita no que não se acreditava mais, sonha-se com o que não se sonhava mais, pensa-se no que não se pensava e a vida pode assumir cores diferentes daquelas que se via antes.

E foi isso que \\"rolou\\" com o William. Ele perdeu 75% da visão de um olho e 25% do outro. Como ele próprio diz, com muito bom humor, \\"Juntando os dois tenho 100% de um olho. Em terra de cego, quem tem um olho é rei. Eu sou um príncipe\\".

E foi aí que aconteceu a mágica.William perdeu boa parte da visão mas começou a enxergar muito além do que via antes.

É isso mesmo! Passou a enxergar com os olhos de quem sabe o que é sofrer, sentir dor e se recuperar. Mais do que se recuperar. Ele aprendeu a ver o verdadeiro significado da palavra \\"superar\\".

Tomou uma decisão - com toda a propriedade daquelas pessoas que sabem transformar experiências difíceis em fatos positivos - vou contribuir para melhorar a vida de deficientes visuais.

Primeiro, ele resolveu, corajosamente, voltar a pedalar e, para começar, participou do Audax Bsb 200 km.

E adivinhem onde ele veio parar?

No Projeto DV na Trilha!!!

William, seja bem vindo e obrigada por dividir conosco sua experiência de crescimento. Sua força, certamente, acrescentará muitas cores no nosso Projeto.

O William Bonder é locutor da rádio JOVEM PAN, 106,3 Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

e, no dia 08/04, TERÇA-FEIRA QUE VEM, a partir das 20:00 hs, estará entrevistando a galera do DV NA TRILHA.

Não percam!!!!

Texto elaborado por Simone Cosenza.
Coordenação do Projeto Deficiente Visual na Trilha
04Abr2008

 

Onde nos encontrar

Nos reunimos, quinzenalmente, aos sábados, às 9h no Jardim Botânico de Brasília
SMDB Cj 12 CL - Lago Sul, Brasília - DF, 71680-001

Quando

Contato

Para mais informações: 

Perfil do Facebook 

E-mail: contato@dvnatrilha.com.br

www.dvnatrilha.com.br Copyright © 2012 DV na Trilha. Todos os direitos reservados - Ambiente sujeito a monitoração.

Buscar