Login
Menu principal
POR MÁRIO ROMA: Cape Epic 2011 uma experiência cega

POR MÁRIO ROMA: Cape Epic 2011 uma experiência cega

Acabou mais uma Cape Epic. Missão dada, missão cumprida, saí do Brasil com o objetivo de realizar esta epopéia de tandem com o meu parceiro de equipe Adauto Belli deficiente visual. Agora no avião, com o resto que sobrou de mim, avalio esta façanha. Normalmente quando termino uma prova longa tudo é esquecido logo após cruzar a chegada, mas desta vez não sai o cansaço do meu corpo nem de minha mente os inúmeros segundos de força, medo, respeito e alegrias, não tem como descrever o que vivi com Adauto na Tandem da RC BIKES nestes últimos 8 dias pela África. Minha sensação é que teria de dar uma volta ao mundo de avião para descrever o que vivi e acho que isso se transformaria em um livro de tantos momentos épicos , descidas a mais de 70 kh segurando em meus braços uma bike com mais de 3 metros, 140 quilos e levando atrs uma pessoa cega . Não tinha nem como imaginar correr o risco de uma queda, pois seria algo impossível, a tenção é enorme ao mesmo tempo relatando o que vinha pela frente, quando momentos como esse terminava, vinha as enormes subidas onde a força necessária para vencer os 14000 metros de ascensão que percorremos, é surreal.

Nossos últimos três dias de prova então foram além da emoção, em uma das ultimas etapas nossa amiga Raquel sofreu um acidente e paramos para a socorrer, antes disso já tínhamos tido dois furos e estávamos atrasados mas isso não era motivo para passar reto e ali fiquei com meu parceiro cego e a Raquel completamente ensangüentada e aquela bike enorme e os outros bikers descendo a milhão, tinha de olhar três ações ao mesmo tempo, ficar de olho no Adauto, acudir a Raquel e ter o cuidado de não sermos atropelados pelos bikes descendo em alta velocidade, que sufoco? mas os médicos chegaram e fomos para a segunda área de apoio da etapa, onde a Raquel estando gravemente acidentada deu um shown de boa disposição e humor e mesmo estando naquela situação debilitada, o seu humor prevalecia e eu vivendo todo aquilo em loco, minha cabeça não parava de processar o que estava ocorrendo: piloto de tandem, apoio de cego, fazendo resgate, tradutor, e tudo isso acontecendo e o relógio correndo, após tudo ficar certo e os médicos decidirem levar a Raquel para o hospital, encaixamos nossas sapatilhas e partimos de novo e o tempo ia passando e eu me perguntava em silencio se iríamos conseguir chegar antes do tempo limite de prova, recebemos a primeira informação faltando 30 km que estava apertado o nosso tempo e começamos a fazer uma força para alem do natural, chegamos na placa de 10 km para chegada já exaustos e uma outra informação veio que estávamos em cima do muro para sermos cortados.

Iniciamos então uma verdadeira batalha entre nós mesmos, os dois gemíamos a cada pedalada, o percurso ia ficando mais complicado, entre a dor e a força e o sonho com uma estrada aberta para podermos acelerar a tandem e a realidade era de um piso de areia com calombos que a bike não acelerava de forma alguma, finalmente entramos no singletrack e escutamos o som da área e comentarista dizendo que faltava 43 segundos para o corte, ai não pedalamos, literalmente nos matamos por um single com uma tandem, saímos de uma curva entramos no gramado e o pórtico de chegada estava ali a poucos metros, o locutor e umas boas centenas de pessoas começaram uma contagem regressiva 10,9,8  e nós dois cegamente levantamos na tandem e iniciamos um sprint que não era natural e cruzamos a chegada.no último segundo .A emoção era geral crianças, adultos choravam a pele estava arrepiada de tanta emoção, e nos abraçamos pela conquista pessoal e de equipe inexplicável que tínhamos vivido neste dia, para nossa surpresa o fiscal da UCI caminhou para nós com o alicate na mão e cortou nosso numeral, mas instantaneamente me olhou nos olhos e  comentou: sei o que fizeram lá atrás , mas tenho de seguir o protocolo entrem com recurso e tudo será resolvido e assim foi a UCI mostrou que alem de competição primeiro esta o lado humano em ajudar o próximo nossas placas foram devolvidas e nessa noite comemoramos com um bom vinho tinto e na companhia da Raquel que já tinha retornado do hospital, com algumas saturações, olho negro mas felizmente nada de maior gravidade.

Domingo largamos mais tarde para a ultima etapa, normalmente neste dia já customo me sentir com meia medalha no pescoço, mas desta vez era diferente não tinha essa sensação por perto pois seria mais um desafio ,com o corpo exausto e uma bike difícil de pilotar, largamos e tivemos mais dois furos enquanto isso, Adauto comia e eu trocava câmera, remendava corrente etc etc, mas já estava completamente habituado a esta rotina. Um dia Adauto me falou, Mário ?na terra do cego quem tem  olho é escravo? ótimo lema e  fui me adaptando com essa minha nova patente e vivemos os oito dias sobre esse lema, dentro da prova e fora da prova na maior harmonia rindo todo tempo e executando cada passo que surgia pela frente.  No ultimo dia não foi diferente, apos 68 km a chegada surgiu na nossa frente e lá estávamos os dois dando as ultimas pedaladas para concretizar o objetivo, cruzar a linha de chegada da Cape Epic 2011 de tandem com meu parceiro de equipe Aduto Belli, conhecida por muitos como uma das mais duras provas de Mountain Bike foram 7777 km e 14000 de ascensão em 8 dias de luta, raça, determinação e  muito espírito de equipe.

Meus braços, mãos, costas e calcanhares ainda não os sinto até ao momento, os joelhos tenho a sensação que fiquei ajoelhado por semanas, imaginem ficar sentado em cima de um selim hard tail sem mobilidade por oito dias, mais de sete horas por dia pedalando, o nosso tail foi dorido até sangrar literalmente, só fazendo para poder ter uma pequena noção do que exige um desafio como esse, mas como dizem, No Pain no Gain, o que conquistamos espiritualmente é eterno, uma experiência de vida que para mim não tem comparação nem dor que faça esquecer, conviver estes últimos 10 dias com uma pessoa como o Adauto Belli garanto para vocês que é um MBA de otimismos, força e determinação que não tem igual.

Parabéns a todos que tiveram na Cape Epic 2011 um ano que vai ficar na memória de muitos e um agradecimento especial a Weimar que nos incentivou neste projeto e a minha fiel escudeira e esposa Andrea que sempre me apoia e esta lá presente a todo momento.

Ao meu parceiro Aduto:

Obrigado por me fazer rir quando queria chorar: por me fazer lutar quando estava exausto; por me dizer que suas pernas tambem doiam, obrigado por tudo.
Brasil Soul Team conta com o patrocínio RC BIKES e co-patrocinio Shimano, TAP Portugal. Apoio: Continental - Ergon - Fi?zi:k - Lazer - Refactor - Thule - Topeak

 

Brasil Soul Team

 

Publicado em http://www.esportesite.com.br/2011/04/06/cape-epic-2011-uma-experiencia-cega/

Avalie este item
(0 votos)
voltar ao topo

Depoimentos

Por Sun Ferreira

No Dv Na Trilha é assim, sempre mais do mesmo....Mais sorrisos, mais abraços, mais inclusão. Reencontrar os velhos e fazer novos amigos...muitos sorrisos e grandes emoções. Vale até soltar as mãos, Afinal, somos alegres e atrevidos. E, Todos Juntos Somos Fortes!

26-03-2017

Leia mais

Por Harley Carvalho

Dv Na Trilha foi com vocês que pedalei pela primeira vez uma bike Tandem e fiquei encantado! Hoje tenho uma Tandem da Família, que se chama Jurema! Coloquei esse nome pra eu me lembrar sempre dos momentos especiais que tive ao pedalar com vocês do Dv Na Trilha!!! Um abraço carinhoso em todos vocês!!! Todos juntos somos fortes!!!

22-03-2017

Leia mais

Por Roberth Kennedy

Pedal Dv Na Trilha mais de 110 Km percorridos. Eu sempre amo Pedalar com meus amigos que São Deficiente visual, Eles são pura determinação ,Motivação e alegria. Amo esse projeto obrigado a todos vocês por me proporcionar esse momento com vocês. Amigos Simone Cosenza, Danilo Hayakawa, Genival Ribeiro , Celio Pereira, Aline Paula. Jonys Mania , Flávia Guirelli e todos do Projeto. Muito obrigado.

13-03-2017

Leia mais

Por Aline Paula

Tenho certeza, de que nada é por acaso e tudo tem a sua hora porque Deus age em nossas vidas sem que nós percebamos! E assim possamos fazer o bem sem olhar a quem.. . Quando estou junto dos meus amigos eu só percebo alegria sendo através de jestos, sinais, risos e abraços.E por fim a alegria e recíproca penso que estou levando alegria mais na verdade eu que saio toda alegre e renovada. O que posso dizer é um muitíssimo obrigada a todos a Simone Cosenza Danilo Hayakawa Roberth Kennedy Lucas Garcez Hevelym Freitas Paulo César Dv Na Trilha...

12-03-2017

Leia mais

Por Bell Guedes

Muito calor humano.

21-02-2017

Leia mais

Por Fatima Britto Melo

Que alegria correr com a Mari e o Dv Na TrilhaÉ tão bom saber que vale à pena tocar coração do outro. Isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida

19-02-2017

Leia mais

Dayanne Timoteo S

Emocionante quando os olhos passam a ser a sensibilidade e o toque. Neste momento eu estava sendo apresentada aos deficientes visuais! Entre o sentir e o toque a descrição muito sensível e assertiva. Gratidão ao grupo Dv Na Trilha! Que a sensibilidade seja sempre a mola propulsora de um tempo bom!

13-01-2017

Leia mais

Dayanne Timoteo S sobre o lançamento do seu incrível audiolivro O Som …

no Projeto DV na Trilha, no Jardim Botânico de Brasília - JBB:"Nenhuma sensação é tão boa como a de que podemos aprender e ensinar e de que é sempre tempo de assim, sentir e compartilhar o amor... O lançamento do meu livro com os deficientes visuais que participam do projeto Dv Na Trilha foi um desses momentos. Momento para se emocionar e levar pra vida inteira. Meu muito obrigada a Simone Cosenza e a equipe de voluntários do Dv na Trilha e claro, a minha amiga Anabe Lopes, que foi quem me apresentou o projeto. Obrigada ao amigo Roosevelt Vilela...

13-01-2017

Leia mais

Por Fabiano Cesario sobre o lançamento do Audiolivro O Som da Poesia

Meu super obrigado a Dayanne Timoteo S por nos dar a oportunidade de conhecer um pouco de sua história e seu magnífico trabalho de inclusão a nós Dvs q começou com sua amiga que hj é uma estrelinha e era como nós,obrigado ao Dv Na Trilha q sempre nos proporciona novas experiências e novas descobertas. Dayanne obrigado pelo super presente,um livro áudio que eu posso ler sozinho.

30-11-2016

Leia mais

Por Fabiano Cesario - DV

O início da minha superação foi aqui, Jardim Botânico de Brasília - JBB através do Dv Na Trilha, tive a chance de recomeçar,so tenho a agradecer todos os coordenadores e condutores e voluntários q tiram um pouco pouco do seu tempo pra nos dar momentos únicos em que nos reunirmos em uma só família para pedalar,contar história e se divertir nas trilhas do JBB.Obrigado a todos vocês que fazem a diferença pra mim e meus amigos dvs.

18-11-2016

Leia mais

POR SIMONE COSENZA: Adauto e você, o que tem a ver?

Adauto Belle - ultramaratonista - 2º lugar na corrida solo na Volta do Lago Caixa 2010- deficiente visual. Fez uma ultramaratona no Pantanal - 120 km correndo. Entrevista no Jô Soares, além de várias palestras ajudando a derrubar preconceitos. Pedalou de Bsb à Paraty - 1627 km com o grande amigo Weimar Pentegill. Entrou para a Seleção Brasileira de Ciclismo e competiu em Cali na Colômbia com o condutor Beto do Projeto DV na Trilha. Audax, Superando Limites, 100 km do Cerrado, Iron Biker, 70 km de Brasília, Trilhas Rebas, sábado no Projeto DV na Trilha... etc, etc, etc Meu Deus, criamos um monstro... Um monstro...

29-01-2013

Leia mais

POR PNDF:Furto das Tandens do DV na Trilha

Na noite de 11-10-2012, bandidos arrombaram o lugar onde são guardadas as tandens do Projeto DV. Como os quadros estavam presos por correntes não conseguiram levá-los. No entanto, desmontaram a maioria das bikes e levaram as peças de melhor qualidade. Ou seja, os ladrões entendem de bicicleta. Pedimos a colaboração dos nossos amigos DONOS DE LOJAS de Bsb e cidades próximas para ficarem atentos a ofertas que aparecem de venda de peças. O valor da perda é alto e inestimável pois nos impossibilitará de continuarmos nossas atividades por tempo indeterminado. Galera, Na noite de quinta 11/10, bandidos arrombaram o lugar onde estavam...

10-10-2012

Leia mais

POR MÁRIO ROMA: Cape Epic 2011 uma experiência cega

Acabou mais uma Cape Epic. Missão dada, missão cumprida, saí do Brasil com o objetivo de realizar esta epopéia de tandem com o meu parceiro de equipe Adauto Belli deficiente visual. Agora no avião, com o resto que sobrou de mim, avalio esta façanha. Normalmente quando termino uma prova longa tudo é esquecido logo após cruzar a chegada, mas desta vez não sai o cansaço do meu corpo nem de minha mente os inúmeros segundos de força, medo, respeito e alegrias, não tem como descrever o que vivi com Adauto na Tandem da RC BIKES nestes últimos 8 dias pela...

05-04-2011

Leia mais

POR RONALDO ALVES: Projeto DV 02/04 no JN!!!-DV na Trilha Espetacular…

Espetacular, coisa mais maravilhosa a matéria. O Adauto é um cara de outro planeta. Ver os DVs falando das suas experiências no pedal faz as pessoas pensarem porque não estão pedalando, Divulgar este projeto em nível nacional abre a oportunidade de replicar esta idéia genial. Ver as camisas do DV, do Rebas, do Pedalnoturno juntas para todo o Brasil conta um pouco da história da bicicleta na Capital da República, amigos que se agregam para fazer um mundo melhor. Ver o Edu Bispo na TV é impagável, Valeu Eduardo. Danilo, Simone e Marcelino, sabemos o quanto trabalham para podermos ver o que o JN/Globo mostrou...

01-04-2011

Leia mais

POR SIMONE COSENZA: Contagiante... DV na Trilha no World Bike Tour

Contagiante... Essa é a palavra que melhor define o que aconteceu no dia 25/01/2011. Eram quase 22:00 hs e recebo o telefonema do Anderson (condutor): - Simone, Simone, desculpa ligar essa hora é que tínhamos que te contar: ... Gente... uma frase dessa produz o mesmo efeito daquela chamada do ?Plantão do Jornal Nacional?: tan tan tan tan tan tan tan tan Não tem jeito: o coração dispara na hora... - Fala Anderson, pelamordedeus, ?tá? tudo bem? Onde vocês estão? - Estamos no parque, correndo!!! - Caracas... O quê???? Mas vocês não foram para São Paulo então... puxa vida... o que houve... estava tudo certo.... - Fomos!!! Fomos sim...

30-01-2011

Leia mais

POR ANDERSON P. CLIFFORD:World Bike Tour

Participar em algum evento com os DVs sempre é com emoção. Já começando pela a ida ao aeroporto. Nosso amigo Wallace não tinha chegado à rodoviária as 18:30 hs onde estávamos esperando (Anderson, Ailton e Valéria) para ir ao Aeroporto pegar o Voo para SP que partiria as 20:15hs. Ligamos para o Wallace e o mesmo se encontrava na Ceilandia e não tinha conseguido pegar o ônibus, ou seja, a adrenalina já começou a subir. Alguns minutos depois o Wallace ligou e nos falou que já estava num ônibus que passaria pelo ?eixo? e combinamos de pegá-lo no final da asa Sul na Polícia...

30-01-2011

Leia mais

POR RENATA FALZONI: São Paulo ganha mais espaço para bicicletas de laz…

' Veja nossos representantes nesse evento no vídeo do artigo. ', ' No último Domingo, dia 23 de janeiro, a Ciclofaixa de Lazer saltou de 10 para 30 km, e passou a unir o Parque Vila Lobos ao sistema que hoje integra os parques da Bicicleta, do Ibirapuera, do Povo, a Cidade Universitária USP e o Villa Lobos, aos domingos, entre 7 e 14 horas. Uma ligação do Parque do Ibirapuera à USP, era o sonho do falecido arquiteto Sérgio Bianco, quem me ensinou o BEABÁ da mobilidade em bicicleta. O projeto original descia a Juscelino Kubistchek, onde antes já havia uma ciclovia que...

25-01-2011

Leia mais

POR WEIMAR PETTENGILL: Claro Brasil Ride - Boletim 5 - Stage 4

A realidade dói. Meu parceiro, por um erro de comunicação, pensou que deveria ir ao apoio da Shimano na cidade. Pegou carona num caminhão e abandonou a prova. Eu concluí, mas como o que vale é a dupla, fomos desclassificados. E pior: a bike dele quebrou a suspensão dianteira, a minha o câmbio traseiro. Juntamos as duas para ele continuar, mas eu ficaria sem pedalar. Foi no jantar que conversei com a Daniela Lemke, condutora da Tandem em que o Adauto Belli (deficiente visual) tentava concluir uma etapa do desafio. Empurraram muito no prólogo técnico, sofreram muito e abandonaram na segunda etapa...

21-11-2010

Leia mais

POR PASCHOAL GUIDO: Agradecimento-Pedal de 31/07/2010-Jardim Botânico

Caríssimos amigos, agradeço enormemente a oportunidade de poder acompanhá-los no pedal sensacional de sábado. A enegia positiva dessa equipe é indescritível! Realmente superou todas as minhas expectativas. Foi realmente impressionante ver que não há nenhuma diferença entre quem enxerga e quem não enxerga quando estamos unidos com um objetivo comum. Até agora estou impressionado que o Bruno e o Wallace (Chará) conseguiram descer aquela trilha super inclinada, cheia de cascalho, com a tandem e sem nem colocarem o pé no chão! Se me contassem. jamais acreditaria! A partir desse dia, tive ainda mais motivação para procurar sempre superar os meus próprios limites. Pretendo acompanhá-los em muitas outras pedaladas...

02-08-2010

Leia mais

POR IZABELA COSENZA: Festa dos sentidos

Festa dos sentidos Sou um ser de natureza diurna. Até passo por fases de comportamentos outros mas, no geral, o que curto mesmo é dormir com as galinhas e acordar a tempo de (re)nascer com o sol. Melhor ainda quando o dia acordado é dia livre e se tem o fim de semana todo pela frente. Ah, o sábado...sempre tive uma queda pelas manhãs de sábado,mas elas se tornaram extra especiais desde o meu encontro com o projeto dv na trilha. Esse sábado foi assim: muita agitação, novos condutores, novos dvs...uma energia boa que só. E lá fui eu, mirim que sou, pedalar com o \"profissa\...

19-07-2010

Leia mais

Parceiros

Logomarca da Pão Dourado Logomarca Kale Espaço Saúde Logomarca Amor à Torta Logomarca Instituto Panamericano de oftalmologia Logomarca Cerrado Adventure Logomarca Consciência Corporal Logomarca Supera Contabilidade