Meu super obrigado a Dayanne Timoteo S por nos dar a oportunidade de conhecer um pouco de sua história e seu magnífico trabalho de inclusão a nós Dvs q começou com sua amiga que hj é uma estrelinha e era como nós,obrigado ao Dv Na Trilha q sempre nos proporciona novas experiências e novas descobertas. Dayanne obrigado pelo super presente,um livro áudio que eu posso ler sozinho.

Fabiano Cesário

Meu super obrigado a Dayanne Timoteo S por nos dar a oportunidade de conhecer um pouco de sua história e seu magnífico trabalho de inclusão a nós Dvs q começou com sua amiga que hj é uma estrelinha e era como nós,obrigado ao Dv Na Trilha q sempre nos proporciona novas experiências e novas descobertas. Dayanne obrigado pelo super presente,um livro áudio que eu posso ler sozinho.

Espetacular, coisa mais maravilhosa a matéria. O Adauto é um cara de outro planeta. Ver os DVs falando das suas experiências no pedal faz as pessoas pensarem porque não estão pedalando, Divulgar este projeto em nível nacional abre a oportunidade de replicar esta idéia genial. Ver as camisas do DV, do Rebas, do Pedalnoturno juntas para todo o Brasil conta um pouco da história da bicicleta na Capital da República, amigos que se agregam para fazer um mundo melhor. Ver o Edu Bispo na TV é impagável, Valeu Eduardo. Danilo, Simone e Marcelino, sabemos o quanto trabalham para podermos ver o que o JN/Globo mostrou. A iniciativa é voluntária, mas o trabalho é profissional.Tem muito suor e dedicação, muitas horas de renúncia ás outras coisas como família, trabalho e escola. Mas vale a pena. Parabéns a todos que fazem o DV na Trilha girar e levantar poeira. Um grande abraço e mais uma vez, Parabéns. Ronaldo Martins Alves Presidente ONG Rodas da Paz

RONALDO ALVES

Espetacular, coisa mais maravilhosa a matéria.

O Adauto é um cara de outro planeta. Ver os DVs falando das suas experiências no pedal faz as pessoas pensarem porque não estão pedalando,

Divulgar este projeto em nível nacional abre a oportunidade de replicar esta idéia genial.

Caríssimos amigos, agradeço enormemente a oportunidade de poder acompanhá-los no pedal sensacional de sábado. A enegia positiva dessa equipe é indescritível! Realmente superou todas as minhas expectativas. Foi realmente impressionante ver que não há nenhuma diferença entre quem enxerga e quem não enxerga quando estamos unidos com um objetivo comum. Até agora estou impressionado que o Bruno e o Wallace (Chará) conseguiram descer aquela trilha super inclinada, cheia de cascalho, com a tandem e sem nem colocarem o pé no chão! Se me contassem. jamais acreditaria! A partir desse dia, tive ainda mais motivação para procurar sempre superar os meus próprios limites. Pretendo acompanhá-los em muitas outras pedaladas daqui pra frente. Quanto ao superando limites, é uma pena que estarei viajando justamente nesse FDS. Senão, eu arriscaria acompanhar os atletas até Piri. Mas certamente outras oportunidades virão. E com relação às fotos, como faremos para compartilhá-las? Um grande abraço a todos e uma excelente semana, cheia de energia e motivação! Paschoal Jr.

PASCHOAL GUIDO

Caríssimos amigos,

agradeço enormemente a oportunidade de poder acompanhá-los no pedal sensacional de sábado.

Festa dos sentidos

Sou um ser de natureza diurna.

Até passo por fases de comportamentos outros mas, no geral, o que curto mesmo é dormir com as galinhas e acordar a tempo de (re)nascer com o sol.

Melhor ainda quando o dia acordado é dia livre e se tem o fim de semana todo pela frente.

Ah, o sábado...sempre tive uma queda pelas manhãs de sábado,mas elas se tornaram extra especiais desde o meu encontro com o projeto dv na trilha.

Esse sábado foi assim: muita agitação, novos condutores, novos dvs...uma energia boa que só.

E lá fui eu, mirim que sou, pedalar com o \"profissa\" do Adauto.

Eu condutora, ele dv.

Mas não foi bem assim.

Rodas rodando, sol quente e prosa boa.

Tão boa que perdi de vista as tandens da frente e quando percebemos estávamos nós perdidinhos da silva.

Peguei outro caminho,que pensava ser o correto,e acabamos nos perdendo mais ainda. Aff.

Quem me conhece sabe que isso era mais que esperado.

Minha noção espacial é zero, ou melhor, tem inveja do zero.

Estalo os dedos pra saber o que é direita e esquerda, me perco em caminhos mais que conhecidos e sempre aponto para o sentido contrário quando vou mostrar algum lugar.

Aquela hora,então,era hora de sentar no chão e chorar pitombas de desespero.

Mas foi não.

Fui descrevendo a paisagem,lendo as placas e o Adauto foi ditando o rumo.

Caímos no início da L2 e seguimos por ela - em roda, sol e prosa - até o CEEDV.

Não passei por um segundo de ansiedade, porque a segurança do Adauto me tranquilizou.

Quem conduziu quem,mesmo??

Acho que esse é o grande lance do projeto.

Essa troca de sentidos.

E uma matemática maluca rege todos nós - DVs, condutores e colaboradores.

Misteriosamente, para TODOS, o recebido é sempre maior que o dado.

É a troca de sentidos.

Coisa boa.

Coisa única,aquela festa dos sentidos.

Imagem conta com vários participantes do projeto, todos em cima do palanque do evento


Oi Pessoal

Em primeiro lugar gostaria, em nome da coordenação, de agradecer a todos que participaram como voluntários(ciclistas ou apoio), e desportistas da sétima Volta da Caixa.


Oi Pessoal

Em primeiro lugar gostaria, em nome da coordenação, de agradecer a todos que participaram como voluntários(ciclistas ou apoio), e desportistas da sétima Volta da Caixa.

Com este evento o Projeto Deficiente Visual na trilha, consegue aproximadamente metade da renda necessária para a sua manutenção anual.

Foi, mais uma vez, uma grande festa do esporte brasiliense. A reunião de corredores e ciclistas sempre resulta em uma mistura perfeita.

Nosso domingo foi pleno. Valeu muito a pena acordar de madruga e ver o nascer do sol do planalto montado na bike. Encontrar atletas dos anos anteriores e já receber agradecimento do apoio, mesmo antes da largada.

É muito gostoso escutar relatos de pessoas que concluíram o percurso, porque tinha um \"anjo\" pedalando ao lado, e falando: vai mais um pouco, você consegue, tá chegando.

Foi um domingo maravilhoso, pois proporcionou mais uma vez o reencontro de vários grupos de pedal reunidos em um mesmo ideal, com um super clima de festa e cooperação.

Nada como uma super pizza dos amigos Othon e Andréa no apoio montado, após a subida da barragem. E lá encontrar velhos amigos, um pouco sumidos do pedal, mas na hora da ajuda, estavam lá como sempre, firmes na paçoca, como o Maurício de Nassau. Outros reiniciando no pedal, após longa parada e num super clima da copa, como Paulo Santos.

Tivemos momentos diferentes, como encontrar e fazer apoio a um corredor com a camisa do Piki na Trilha, onde não resisti e perguntei: Ué, esqueceu a bike? Parabéns galera, não interessou se era de bike ou a pé, o importante foi estar lá.

Parabéns ao Alexandre Coelho e João Tércio que fecharam bravamente a cozinha da Volta. Acompanhar a chegada do último atleta sempre vale muito a pena.

Foram momentos maravilhosos de descontração e enorme emoção.

Não teve preço, ver e acompanhar o Adauto, deficiente visual do projeto e super atleta, tirar segundo lugar na ultramaratona, correndo sozinho os 100 Km. Isso mesmo a equipe era ele e ele. Acredito que só não foi campeão porque o danado dormiu demais; a largada da ultra foi as 5:30 e ele começou a correr as 6:15. Que conquista maravilhosa Adauto, seu sobrenome é Superação!!!

É isso gente, quem não participou desta vez, ano que vem tem mais.

No próximo domingo é hora de mais um encontro excelente, ainda no asfalto, no Passeio do Rodas da Paz.

Também será uma grande festa. Vamos esverdear a esplanada.

É muito importante a presença de todos.

Aguardaremos vocês lá.

Abraços

Edu Bürgel
Rebas do Cerrado.

Eventos

Onde nos encontrar

Nos reunimos, quinzenalmente, aos sábados, às 9h no Jardim Botânico de Brasília
SMDB Cj 12 CL - Lago Sul, Brasília - DF, 71680-001

Quando

Contato

Para mais informações: 

Perfil do Facebook 

E-mail: contato@dvnatrilha.com.br

Telefone: (61) 99952-0607

www.dvnatrilha.com.br Copyright © 2012 DV na Trilha. Todos os direitos reservados - Ambiente sujeito a monitoração.

Buscar